quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Minha primeira postagem decente.

É... Esta finalmente é minha primeira postagem decente depois que chegamos em Québec. Confesso que tô meio desanimada com o blog. É pq para colocar fotos é bem mais fácil no tal do orkut... aí bate a preguiça e ainda junta com o acesso restrito a internet e já viu só, né!? Mas... vamos aos detalhes... (Paulinho nunca se prende a eles!).

Últimos dias em Recife




Estávamos “acampados” na casa dos meus sogros.... coitados. Tinham acabado de chegar da Espanha, onde estavam com o irmão de Paulinho, a esposa e dois de seus três filhos. Minha cunhada foi fazer parte de um doutorado e meus sogros foram dar uma força enquanto ela tava estudando e passear pela Europa depois. Eles passaram + ou – 3 meses lá, a bronca é que eles tiveram pouco tempo para passear e como meu cunhado nunca tinha ido a Europa, então o passeio virou uma maratona de 4 adultos com 2 crianças... Uma correria.... aí,.... quando eles retornam ao lar... estamos nós! Pondo tudo fora do lugar! Nós poderíamos ter ficado na casa dos meus pais, mas como eles tinha passado muito tempo longe fizeram questão que ficássemos lá. Deixei o último trabalho (dos 3 que eu tinha!!!!) apenas uma semana antes de viajar. Foi bom! Muito bom, pois não fiquei tão ansiosa com a viagem e dividia meu tempo entre minhas obrigações e os preparativos.

As últimas despedidas




















































Ahhhh.... foram muitas! As últimas foram com nossos amigos do colégio (amigos há 16 anos... é o tempo passa!), com a família de Paulinho e com minha família (no aniversário da minha irmã, 1 dia antes da viagem! O pior é que foi ela quem “exigiu” que nós só fossemos depois do niver dela e foi a própria que fez nossas reservas. Aí já viu... (mó chororó!). Aproveitamos tb para comemorar o Dia dos Pais (antecipado) e o noivado de Ciça e Rodrigo.

O dia D
















Viajamos dia 07 de Agosto (sexta-feira), às 12:30h. E vcs acreditam que tinha lá um bando de desocupados que inventaram de nos levar no aeroporto (kkkkkkk)! Pôxa.... É muito bom saber que somos queridos... muito bom mesmo! Eu só não sei o que é que esse povo vê em nós, pois eu mesma sou muito chata e abusada (hehehe)! Brincadeiras à parte... Muitos de nossos familiares e amigos foram lá para nos despedirmos. Outros não puderam ir, mas ligaram e desejaram boa viagem. OBRIGADA A TODOS! Foi muito emocionante. Eu, que sou uma manteiga derretida achei que fosse me acabar, mas não... só chorei um pouco ao me despedir (pela “enézima” vez) da minha família... É como muitos dizem, é sim! Todo o processo leva um certo tempo, então quando finalmente acontece vc está preparado. No meu caso... eu vim sofrendo e chorando em doses homeopáticas... cada dia um pouquinho... aí, no dia mesmo, eu tava bem!

Os vôos




Foram todos muito bons, exceto pela comida ruim e o cansaço, o que faz parte, né!? Quem mandou ser liso e não poder viajar de 1ª classe! Lucas achou tudo o máximo (ele só tinha andado de avião uma vez com minha irmã) até filme em francês ele assistiu sem reclamar! Só no último (Toronto-Québec) que foi uma conexão super corrida, pois tivemos que nos apresentar na imigração como residentes permanentes, e ainda tivemos que, literalmente, “correr” pelo aeroporto para não perder o vôo é que ele ficou abusado. Uma dica para quem ainda não reservou as passagens é deixar um tempo legal se houver algum trecho dentro do Canadá para não estressar com a possibilidade de perder o vôo. Nós tínhamos duas horas e foi contadinho! Nossa sorte foi não ter fila na imigração senão teríamos certamente perdido o avião.

A chegada


Fomos recepcionados no aeroporto de Québec por nosso amigo Leo que já está aqui há um ano (já e quase um québécois!). Foi muito bom ter uma pessoa conhecida nos esperando. Vc não fica com aquela sensação de “o que é que eu tô fazendo nessa terra de estranhos?!”. OBRIGADA LEO! Para melhorar ainda mais, quando chegamos ao Pavillion MontCalm, onde alugamos um apto até o dia 31, fomos recepcionados por Jerry e Ignez, que foram colegas de curso de francês de Paulinho lá no Dis Donc. Pensem num casal gente boa! Eles estão dando a maior força... em tudo que se possa imaginar! Dicas de comida e material de limpeza (como isto é complicado qd a gente não conhece as coisas do lugar); onde ficam os órgãos que devemos procurar para solicitar as documentações necessárias; a procura por apto, escola e cursos.... enfim.... TUDO! Ah.... e ainda estamos usando a Internet do apto deles já que só poderemos solicitar a instalação da nossa qd estivermos com endereço fixo. São gente do bem mesmo! E gostam muito de criança... Lucas tá fazendo o maior sucesso com o “amigo” Jerry. Eles são até parceiros de vídeo game. Só para vcs terem uma idéia ele chama “Tia Ignez e Jerry” mó intimidade (kkkkk). OBRIGADA IGNEZ E JERRY!

A primeira impressão




No caminho do aeroporto para “casa” achei a cidade muito familiar por causa da semelhança com Orlando-Flórida, para a qual eu ia a trabalho anualmente, e também por causa das inúmeras pesquisas de Paulinho. Assim que chegamos demos uma espalhada nas coisas das malas para encontrar o material necessário para tomar um banho! Ah... um banho! Ignez e Jerry nos ofereceram um almoço e fomos fazer um reconhecimento da área. Tem tudo perto! O supermercado é quase na frente. O único problema é que para chegar lá tem umas ladeirinhas, mas tudo bem! Fomos até o supermercado para comprar os “primeiros socorros”: cervejinha, refri para Lucas e um tira-gosto. Só para comemorar! Na hora de pagar... beleza... aproximadamente o que se gastaria no Brasil. Ah..., mas tem um detalhe: tem que converter e é aí que o bicho pega! É quase o dobro! Então vou seguir o conselho de minha mais nova amiga Ignez e não converter... senão vc acaba não tendo coragem de comprar nada no supermercado e morreremos todos de inanição (kkkkk).

O primeiro passeio














Nossa primeira tarefa na cidade de Québec foi: comprar nossas bikes! Ou eu fazia isto ou eu morria! Quisemos juntar o útil ao agradável. Economizamos com passagem de ônibus que não são nada baratas ($2,60 adulto e $1,70 criança, mas tem uns esquemas para pagar menos) e ainda utilizamos o combustível que eu tenho para dar e vender: calorias! Fomos ao Canadian Tires, onde já havíamos pesquisado na net e tínhamos encontrado bons preços e bikes de qualidade. Saímos de lá totalmente equipados e ainda gastamos menos do que prevíamos (Mãe e Pai ainda sobrou a mó grana! – É que meus pais deram uma grana de presente para a gente comprar nossas bikes, mas ele “superfaturaram”- kkkkk). Neste dia o clima estava uma delícia... bem fresquinho... com uma chuvinha fraca. Até tivemos que vestir nossos casacos uma horinha. Fomos até o centro da Cidade de Québec, a parte mais antiga e bonita... e como é bonita! Conhecemos o Château Frontenac, um dos maiores atrativos turísticos da cidade. Lucas pirou quando viu que estava havendo uma apresentação de artistas de rua, então satisfizemos o desejo do nosso pequeno e ficamos o mó tempão assistindo ao espetáculo. Ele gostou tanto que até quis contribuir. Subimos uma escadaria enorme, da qual não lembro o nome, que acabou com o restinho das minhas energias, mas valeu a pena porque oferece uma vista maravilhosa....

É, essa cidade é realmente muito bonita!

Acho que acabei levando a sério demais esta estória de “escrever uma postagem descente” e me empolguei....

Depois conto os detalhes dos outros dias, senão vcs vão desistir de ler.

Até mais!

Alice

9 comentários:

Paula de Mendonça disse...

Num falei que eu ia visitar vcs todo dia?
O blog tá mara Alicinha, manda ver sempre!....
Bisus,
Paula.

Mariane, Richard e Ricardo disse...

Fiquei bem feliz de ver que deu tudo certo na viagem e que estão gostando da cidade! adorei o supeeer post, esses que são bons! rsrsrsrsrsrsrs bjos

Rossana disse...

Êita que legal!! Ville de Québec é mesmo linda!! E jerry e ignez são dois amores!! Pense num casal que eu gosto!!

Boa sorte pra vocês na nova vida!!

carmen disse...

Oi Lili, é muito bom saber notícias de vocês, e pode se empolgar sempre que for postar no blog, queremos saber todos os detalhes. Lucas tá lindo nas fotos. Conta tudo mesmo. Tô aqui torcendo muito por vocês.
Beijão,
Cacá

Paula de Mendonça disse...

Oiê, não tem nada hj????
Já tô acostumada a chegar em casa, abrir o pc e visitar vcs!!!!
Fico no aguardo...
bisous,
Tia Paula.

fabi disse...

Amiga, poxa esta muito legal!!
nao deixe de escrever contando Sempre dessa nova VIda.
bjao fiquem com Deus

Priscilla, Mauricio e João Pedro!! disse...

Oi Pessoal,

Que bom ver que tudo esta correndo dentro do planejado! Boa sorte a vcs.

Pri, Mau e JP.

Aninha disse...

Queridos amigos, é um alívio saber que tudo está caminhando bem! Parece que realmente estão estruturados e dispostos a receber estrangeiros aí, isso é muito bom! E que sorte ter por perto amigos tão gente boa! Postem sempre, pois queremos saber de tudo!
Beijão bem grandão,
Aninha, Camilo, Luli e o bebê.

Aarquiteta disse...

Olá Pessoal!
Adorei o post e as fotos, a Ville de Quebec é mesmo muito bonita e nas despedidas de voces acabei achando algumas pessoas conhecidas, nada mais natural tendo eu mesma morado em Olinda a maior parte da minha vida... Hehehe
Que bom que esta dando tudo certo! Boa Sorte no recomeço!
Abraço
Liliane