sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Informações (in)úteis - limpeza.

Sempre deixei os posts informativos a cargo de Paulinho, mas este fiz questão de escrever.
Uma das grandes dificuldades que encontrei aqui foi... parece mentira... eleger o material de limpeza! São vários tipos. De todas as cores e formas e cheiros e propósitos... aííííí! Que coisa difícil! Confesso que sou bem neurótica com limpeza. Sempre exigi que minha casa estivesse limpa, mas... não gosto nada de fazer o serviço doméstico! Não gosto de cozinhar, não gosto de limpar, não gosto de varrer. Gosto de arrumar... ah isso eu gosto! Gosto das coisas no lugar! Difícil é manter assim com dois homens em casa. Estou até ficando menos rigorosa sobre este assunto... não sei porque... kkkkk. O único produto gringo que eu conhecia quando cheguei era o sabão para as roupas: Tide, pois sempre o usava quando ia aos EUA. E só! Todos os outros estão sendo descobertos aqui.

Vamos lá:

1. Detergente de prato: compramos o mais barato que tinha do supermercado, escolhemos um cheirosinho e... o triste é ótimo! Super concentrado! Acho que todos devem ser assim. Durou exatamente 47 dias. E olha que infelizmente (kkkk) é o produto mais utilizado;


2. Limpador multi-uso: também o escolhido foi o mais barato e não é melhor do que o Veja que tem no Brasil;


3. Desinfetante de banheiro: demos a sorte de comprar pela metade do preço na Festa da Igreja de Saint-Sacremant e ele é excelente. Muito eficiente e deixa um cheirinho de limpeza feita com cloro, mas sem aquele cheiro horroroso de banheiro público;


4. Limpador de fogão: esse foi também pelo preço, como sempre, e é muito eficiente. O fogão que os antigos inquilinos do apto deixaram para nós está em ótimo estado, porém estava PODRE! Aí Paulinho deu um grau! Ficou NOVO. O produto “derrete” aquela gordura velha que fica incrustada. No Brasil eu comprava um que funcionava, mas esse que encontramos aqui é bem melhor;


5. Luva para limpeza a seco: ganhei esta da minha sogra. Ela comprou na Espanha, mas aqui tem também e funciona que é uma maravilha. Ela tira a poeira super bem. Somente algumas vezes é que eu não resisto e passo um paninho úmido... coisa de gente neurótica;


6. Detergente para roupas: como tinha dito uso sempre o Tide. Paulinho comprou um que já vem com amaciante e é bem cheirosinho, mas não é páreo para meu filhinho quietinho... não tira manchas! Lucas chega da escola tomado banho... banho de areia do parquinho. E todo verde por escorregar na grama. A roupa entra na máquina verde e sai verde. Já coloquei de molho por mais de uma hora antes de lavar, mas não funcionou. Só consegui resultado com a boa e velha escova. Não tô nem afim de ter que ficar escovando as roupas antes de lavar. Se alguém tiver uma receita infalível... por favor... me digam!!!!! Depois vou experimentar outras marcas. Fico meio apreensiva porque o sabão dura muito, aí se eu não gostar vou ter que passar um tempão usando o produto, pois não terei coragem de jogar fora e não vou dar a ninguém uma coisa que eu não gostei, né?!


7. Limpador de piso: é super prático. São uns lenços umedecidos que colocamos no suporte que lembra um rodo e passa na casa toda. Deixa limpo e cheiroso. Só é meio caro.



Peguei dicas de algumas outras coisas boas, baratas e práticas com pessoas que já estão aqui a mais tempo e pretendo ir experimentando aos poucos.

Sempre ouvi o discurso de que aqui e nos EUA as pessoas não tem empregadas domésticas, mas tem produtos bastante eficientes que facilitam a vida e a limpeza da casa deixa de ser um fardo. Para mim é tudo balela! Tá certo que minha amostra é pouco significativa, mas as duas experiências que tive em lares norte-americanos comprovam: eles não limpam a casa! Fiquei na casa de um casal de idosos na Flórida por um mês. A faxina da casa era feita uma vez por semana por uma senhora mais velha que os dois velhinhos juntos. A figura dava uma limpadinha “de leve” nos banheiros, passava aspirador na sala e quartos, uma vassourinha e paninho na cozinha e voilá! Tava feito! Como a casa tinha ar-condicionado central as janelas estavam sempre fechadas, então não tinha tanta poeira, mas, mesmo assim, né!? A sujeira ficava era escondidinha por lá!

Aqui foi a mesma coisa. No dia da mudança a antiga inquilina se desculpou por não poder ter feito uma faxina antes de entregar o apto, pois não tinha dado tempo e seu aspirador tinha quebrado... Pensei: zero bronca eu quero é meu ap! O que???!!! O apto tava todo sujo! E não era sujeirinha escondida não. Dava para perceber que coisas que são feitas diariamente e que ficam na nossa cara estavam sendo esquecidas. Só para se ter uma idéia o balcão da pia da cozinha, que é de madeira com fórmica, estava cheio de manchas. Quando vi achei que não sairia, mas meti o desinfetante do banheiro (que tem água sanitária) e ele ficou alvinho-alvinho. Deu mesmo para ver que eles eram bem relaxados. Sei que não vai dar para ficar “lambendo” tudo quando a vida pegar o ritmo e também porque já to ficando sem saco, mas acho que nunca vou deixar chegar ao estado que estava... ah, isso não!
Quem quiser que diga que aqui as coisas não "se sujam" muito. Olha só a sujeira de quatro dias sem varrer a casa:


PS – alguém conhece um produto realmente bom para tirar cheiro do carpete?

Até mais.

Alice

8 comentários:

Maria Do Carmo disse...

Pra tirar manchas (quem sabe tira o verde grama das roupas de Lucas), lá na Espanha o VANISH(?) era sensacional! Milagroso mesmo!!!

Ju disse...

Adorei o post, aqui tenho usado o detergente de prato Palmolive e agora que ele chegou na metade, ele é tão concentrado que a gente coloca num recipiente com um pouco de água e vai usando dali, senão fica difícil de tirar da louça.
Sobre o carpete, aqui não tem carpete, mas tem cortina e o Febreze tem sido ótimo, diz que serve pra carpete também.
Estamos contando os dias pra mudar pro apto novo e espero que esteja limpinho, afinal, eles tem um mês inteiro pra fazer isso, né?
Beijoss!

Paula de Mendonça disse...

Sinceramente Alicinha nessa não posso te ajudar... nessas nóias de ultra limpeza, tô fora!!!!
Vamos curtir a vida, amiga?????????
Bisous, Tia amiga Paula.

Aninha, Camilo e Luli disse...

Eita, parabéns pela dedicação, dona Alice!!!
Só não aprovei o lenço umedecido no rodo! Do jeito que sou metida a ecologicamente correta... deu até arrepio só de pensar em ficar jogando papel fora cada vez que se limpa o chão!
Beijão, Lili!
Aninha (mãe de Luisa e Maria)

Ju disse...

Respondendo o seu comentário no blog:

A sensação é muito estranha mesmo, a gente sabe que passaram 6 semanas, mas parece que faz muito mais tempo. Já passaram ou só passaram 6 semanas? É muito tempo pra esperar certas coisas, (como a carta de resisdente que teima em não chegar nunca), e pouquíssimo tempo pra já ter conseguido e conquistado tanto. =)

Beijoss!

Mariane, Richard e Ricardo disse...

Olá Alice, valeu pelo comentário no nosso blog e pela força tbm! Com criança realmente o assunto limpeza não é nada fácil, afinal, mal terminamos de limpar eles já estão sujando...rsrsrsrs, roupa de moleque então....uma dica de limpeza quando vc. não encontrar o produto que seja equivalente aí é fazer uma "pasta" com bicarbonato de sódio e limão, ele funciona para quase todas as coisas, tira gordura, dá p/ usar na cozinha toda, tira mofo de banheiro, azuleijos, etc....inclusive para lavar o carpete é ótimo,pois neutraliza qualquer cheiro! O bom é que não é tóxico e é super ecologicamente correto!! bjos

FC disse...

Oi Alice,
Descobri seu blog hoje e vi que voce também passou pelo Pavillon Montcalm. Estou morando aqui desde que cheguei (14/09) e ficarei até o fim de Dezembro.
Quando vi o titulo do seu post vim correndo para ver as dicas, pois também não sei como lavar a roupa dessas crianças!!
Tenho uma filha de 8 anos e uma bebe de 3 meses. A roupa da mais velha eu taco na máquina e fecho os olhos para o reultado, apesar de lavar melhor que no BR, fiquei surpresa com uma calça jeans que estava imunda e saiu limpa (acho que é a água quente que ajuda.)
Quanto as roupas da bebe, estou lavando com sabonete quando tem alguma mancha (tipo fralda vazada), deixo de molho na água quente e depois ponho na máquina, até que está dando certo!!
Se quiser me liga para nos conhecermos: 418 614 6220
Fabiana

A felicidade passou por aqui...Anápolis - GO disse...

Alice,
moro no Brasil, e por acaso cheguei ao seu blog,estou amando o seu diário,sua adaptação nos Estados Unidos.Me permite,acompanhar sua trajetória.Meu blog é meio abandonado,mas fique a vontade.
Um abraço,

Avani